Device

Programas de Residências Multiprofissionais em Saúde

Os programas de Residência Multiprofissional em Saúde constituem modalidades de ensino de pós-graduação lato sensu destinados às Profissões da Saúde, sob a forma de curso de especialização caracterizado por ensino em serviço. Esta modalidade é voltada para o ensino em serviço de categorias profissionais que integram as áreas de saúde, com exceção da Medicina, a saber: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional. (Portaria Interministerial n.º 1.077, de 12 de novembro de 2009)

A busca pela residência como modalidade de especialização, considerada padrão ouro pelo o Ministério da Saúde, se dá principalmente pelos profissionais recém-formados, destacando a prática insuficiente durante a graduação, sobretudo por considerarem a residência um diferencial para o aprimoramento da profissão, como também a competitividade do mercado de trabalho que exige um profissional melhor preparado.

Os programas de Residência Multiprofissional tem duração de 24 meses, em regime de dedicação exclusiva, conforme previsto nas resoluções da Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde (Lei n.º 11.129, de 30 de junho de 2005). A carga horária total é de 5.760 horas, desse total 80% destinadas a estratégias práticas e 20% a estratégias teóricas e teórico-práticas, devendo o residente cumprir 60 (sessenta) horas semanais de atividades desta Residência (Portaria Interministerial n.º 1.077/2009). É concedido aos profissionais residentes, a título de bolsa, o valor mensal bruto de R$ 3.330,43 (três mil trezentos e trinta reais e quarenta e três centavos), por um período de 24 meses, pela instituição proponente do programa.

As atividades práticas, teóricas e teórico-práticas são desenvolvidas, principalmente, nas dependências dos Hospitais dos respectivos programas, sob acompanhamento de tutores e preceptores; e estruturadas de forma a possibilitar a problematização da realidade por meio de orientações específicas, estudo de caso, seminários, aulas dialogadas, expositivas, contemplando as metodologias ativas como forma de ensino.